Arroz japonês: O que é? Como fazer?

No artigo de hoje eu vou te contar um pouco mais sobre o arroz japonês e te ensinar como fazer ele aí na sua casa de forma simples. 

O arroz é a principal base da alimentação dos japoneses e além disso, possui um significado importante para a cultura local. 

Então se você quer saber mais sobre esse ingrediente, não deixe de acompanhar esse artigo até o final. 

Conheça um pouco mais da origem do arroz japonês


arroz japonês

O arroz japonês é chamado de gohan e de acordo com algumas histórias ele surgiu a mais de 3 mil anos atrás. Esse ingrediente foi introduzido na cultura japonesa a partir de fortes influências chinesas e se tornou muito importante para a cultura desse povo. 

Através desse alimento ocorreram diversas mudanças na sociedade japonesa, principalmente quando diz respeito à agricultura. 

Os povos japoneses, antes de ter contato com o grão, possuíam hábitos nômades e por conta da necessidade do cultivo do arroz essa cultura foi enfraquecendo e as famílias foram fixando residência em locais em volta dessas grandes plantações.

Qual a participação do arroz gohan nas crenças japonesas?


Sabemos que o Japão é um país cheio de crenças que diferem bastante das nossas. Em algumas religiões se acredita que em um grão de arroz é possível encontrar 88 deuses, já em outras esse número varia, podendo ser de 7 a 108 divindades. 

Além disso, durante as plantações de arroz, ocorrem diversos festivais que tem como objetivo pedir aos deuses um clima perfeito e a quantidade de chuva ideal para beneficiar o cultivo. 

Conheça os principais tipos de arroz japonês


Esse é um arroz que possui mais de 300 variações, mas nem todos são consumidos com frequência. Logo abaixo eu vou te falar um pouco mais sobre os mais populares. Confira! 

Uruchimai

O arroz uruchimai é o mais utilizado no dia a dia nas principais refeições. 

Ele é usado para fazer uma grande variedade de sushi e também vinagre e saquê. Além disso, existem diversas receitas de risotos que levam o arroz uruchimai.

Mochigome

O arroz do tipo mochigome é conhecido por ser um pouco mais aglutinoso que o normal. 

Ele parece ser mais borrachudo e por isso é indicado para receitas de doces. Sem contar que ele também é usado para produzir farinha. 

Koshi Hikari

Se você está procurando por uma opção mais suave, não deixe de experimentar o Koshi Hikari. Esse é o tipo de arroz mais consumido no japão e é uma das principais escolhas de restaurantes da região. 

Ele possui um sabor mais neutro e não é tão grudento quanto os outros tipos. 

Como fazer arroz japonês?


como fazer arroz japonês

Se você está querendo preparar alguma receita que leva esse tipo de arroz, saiba que existem alguns truques para preparar ele da melhor forma, mas fique tranquilo que vou te passar tudo aqui. 

A primeira coisa que você precisa saber é que o arroz japonês, antes de ir para o  fogo, precisa passar por um processo de lavagem e esfoliação. O primeiro passo é lavar rapidamente esse arroz para eliminar as sujeiras superficiais. 

Depois disso, inicie o processo de esfoliação dessa grão, que consiste em você realizar movimentos circulares por alguns minutos. Isso vai liberar um líquido branco, que em seguida deve ser enxaguado várias vezes até que a água esteja saindo limpa. 

Antes de levar ao fogo, cubra o arroz com água e deixe de molho por 20 minutos para hidratar. Leve ao fogo baixo até a água secar, desligue o fogo e deixe descansar por 20 minutos. 

O arroz japonês não leva sal, pois depois de pronto ele é temperado com o molho su. Ele pode ser feito em casa e você também encontra pronto em lojas de culinária japonesa. 

Logo abaixo eu vou deixar um vídeo com uma receita de molho su para você preparar aí na sua casa. Confira: 

Leia também: Qual arroz para sushi?

Não deixe  de experimentar!


Acredito que com essas informações importantes sobre o arroz japonês, você vai conseguir preparar ele da melhor forma aí na sua casa, não é mesmo? Então aproveite para separar os ingredientes que você vai usar e comece a fazer esse arroz agora mesmo. 

Ah, e se você já experimentou outros tipos de arroz japonês, me conta aqui nos comentários. Eu vou adorar saber. 

Eu preciso te agradecer pela sua companhia até aqui. 

Te desejo sorte e até a próxima!